notícias



read in english

Junho 24, 2020

Pois então. Tempos de pandemia. Recém tinha voltado dos 49 km do Desbravando Nova Petrópolis, que ocorreu no final de semana de 7 e 8 de março, e aí tudo parou. E durante essa caminhada eu já estava pensando e o que fazer se a covid-19 chegar aqui? Só que não era uma questão de e se, e sim de quando, e foi logo em seguida mesmo, uma semana e meia depois desse evento e tudo já estava parado, de uma hora pra outra todo mundo trabalhando em casa (bom, quem tem esse privilégio, claro); meu velho computador desktop deu pau logo no início de abril (porque não conseguiu aguentar trabalhando 24/7); tive que me virar e comprar um novo, já aproveitei e fiz um bom upgrade de máquina; na metade de maio eu consegui enfim minha transferência de setor (fui para a Imprensa do TJ – onde vou continuar trabalhando com artes mas também vou poder desenvolver um trabalho de fotografia, o que é ótimo pra mim); e nessa onda de "novo emprego", surgiu uma Canon 5D mark II num preço ótimo, não pude perder essa oportunidade; e logo em seguida surgiu a oportunidade de comprar a minha primeira lente "L", uma 24-70mm 2.8; no início e junho eu e minha namorada resolvemos adiantar o projeto de morarmos juntos (que era pro inverno de 2021) e em uma semana quase tudo o que tinha no meu apartamento veio pro apartamento dela, incluindo os gatíneos Hank e Olívia, e cá estamos, trabalhando os dois lado a lado e organizando todo o novo apartamento, uma caixa por vez (a propósito: alguém interessado em alugar um apartamento de 1 dormitório na Cidade Baixa com cama, sofá, fogão e geladeira? Prédio ótimo, síndico gente finíssima); e no final de maio o comércio e etc voltou a abrir as portas, e eu não precisei ser médico da OMS pra saber que na metade de junho tudo estaria pior, e não deu outra: no que eu voltei ao trabalho presencial, por uma semana apenas, no 1º grupo de revezamento (numa sala com apenas outros dois colegas de uma equipe de quase 20 pessoas), o governador do Rio Grande do Sul e o prefeito de Porto Alegre anunciaram que estamos com bandeira vermelha (ou seja, risco alto de contágio); então só agora que tive tempo de selecionar e tratar as fotos desse evento, que foi o primeiro do ano, e provavelmente será o único de 2020: a viagem de setembro para fazer o Caminho de Santiago foi adiada para o ano que vem, o tênis novo de corrida nem chegou a gastar o solado ainda (já estava conseguindo correr 1 km nos treinos); mas eu não estou reclamando, isso seria muito white people problem; das pessoas que estão passando problemas durante essa pandemia, eu sou muito privilegiado de ter os problemas que tenho; enfim, seguem aí as fotos da caminhada do Desbravando Nova Petrópolis.
#fiqueemcasa